Os Nossos Parceiros

DOMSPAIN S.L.U., Espanha

DomSpain (DS Formacio) é uma empresa de formação e consultoria com atividades a nível nacional e internacional. Oferece uma variedade de serviços ao setor público e privado espanhol e participa ativamente em esquemas internacionais.

O departamento de formação da DomSpain desenvolve programas educacionais em quatro direções principais:

  • Cursos para alunos adultos, incluindo línguas estrangeiras, TIC, culinária, dança e aulas de crescimento pessoal
  • EFP: TIC, línguas estrangeiras, empregabilidade, formação em contexto de trabalho
  • Formações para educadores: aprefeiçoamento de competências em línguas estrangeiras, uso de ferramentas digitais e novos métodos de ensino
  • Atividades extracurriculares para alunos e pais, incluindo línguas estrangeiras, programação e segurança na Internet

DESINCOOP, Portugal

DESINCOOP, CRL é uma cooperativa de prestadores de serviços, fundada em 2005.

A sua missão é prestar serviços nas áreas económica, social, iniciativas educacionais e culturais por meio de soluções inovadoras que atendem às necessidades das pessoas em risco de exclusão social devido à sua origem, idade, sexo e / ou deficiência, do seu território, dos seus cooperadores e colaboradores.

As principais atividades são: estudos, consultoria, formação, elaboração de projetos, apoio à criação e operacionalização de Serviços de Proximidade e de outras cooperativas, intervenções sociais e culturais na comunidade, com base nos dois pilares da visão estratégica da Desincoop: a defesa dos direitos humanos e o desenvolvimento sustentável

LES APPRIMEURS, França

Fundada em 2013, a Les Apprimeurs é uma empresa privada especializada na criação de soluções digitais personalizadas para os setores de educação, cultura e formação. Trabalhamos para promover competências básicas e sociais e acesso ao conhecimento para todos por meio de uma série de atividades:

  • Conceção e desenvolvimento de publicações digitais enriquecidas para os setores da juventude, escolas e universidades e campos culturais e de património. Trabalhamos como editora dos nossos próprios livros e como prestadora de serviços para instituições e editoras.
  • Desenvolvimento de projetos digitais e educacionais com o objetivo de oferecer soluções inovadoras de leitura, aprendizagem e criatividade, com o foco especial em ferramentas e conteúdos digitais acessíveis. Estamos envolvidos em vários projetos europeus como coordenador e parceiros.
  • Implementação de workshops sobre novas tecnologias de publicação para estimular a sua apropriação por públicos com pouco ou nenhum acesso: workshop sobre o código, workshop sobre a redação de livros digitais, etc.
  • Formação em gestão de projetos digitais e produção de livros digitais para profissionais e estudantes em universidades e escolas.

ATFCT, Roménia

A ATFCT forma e supervisiona profissionais que atuam nas áreas da psicologia, pedagogia, medicina, serviço social, educação.

Oferece assistência psicológica, psicoterapêutica e educacional a pessoas necessitadas (indivíduos e grupos), bem como especialização nas áreas acima mencionadas.

Os especialistas da ATFCT mantêm sessões de formação, workshops, conferências e seminários sobre vários tópicos relacionados com a psicologia, tanto para profissionais quanto para o público.

As intervenções especializadas realizadas pelos nossos especialistas – psicólogos, psicoterapeutas, pedagogos e formadores – são adaptadas para as dificuldades individuais, familiares e de casal, bem como para intervenções sistémicas em situações de conflito.

A ATFCT atua em vários projetos financiados pela Europa como coordenador ou parceiro.

Slovenian Third Age University, Eslovénia

A Universidade Eslovena da Terceira Idade (Slovenska univerza za tretje življenjsko obdobje) é uma organização central e uma rede nacional que permite que os idosos vivenciem o crescimento pessoal, iniciem uma nova carreira e permaneçam incluídos na sociedade. Desde 1984, a Universidade da Terceira Idade da Eslovénia cresceu e se tornou uma rede de 55 universidades em toda a Eslovénia, com mais de 21.000 alunos, 1.000 mentores e 1.000 voluntários. Em 1984, começou a construir educação socialmente envolvida e arte socialmente comprometida levando a um melhor desenvolvimento local e práticas sociais inovadoras que melhoram a vida pessoal dos idosos e a vida em comunidade.

Os principais campos de atividades da U3A eslovena são: educação para diferentes grupos de pessoas idosas, educação de especialistas na área de educação de adultos, geragogia e gerontologia social, bem como voluntariado em cultura. Inclui um centro de recursos especializado em educação de adultos.

Associazione N.E.T., Itália

A Associazione N.E.T. é uma associação sem fins lucrativos fundada em 2001 por especialistas do setor educacional e da formação. A NET dirige-se acima de tudo a pessoas desfavorecidas, como mulheres, desempregados de longa duração, idosos, pessoas com deficiência e pais solteiros para apoiá-los de um ponto de vista de apoio social, de formação e do emprego. A associação é muito ativa a nível local e regional, colaborando com organizações e instituições públicas como Regiões, Municípios, Unidades Locais de Saúde (ULSS), Universidades, Câmaras de Comércio, mas não só. A Associazione N.E.T. é muito ativa no terceiro setor para desenvolver atividades autossustentáveis e justas e desenvolver uma economia sustentável por meio do microcrédito, colaborando com cooperativas e associações do setor privado que na Itália substituem o setor público em muitas situações.

A Associazione N.E.T. visa contribuir para o desenvolvimento local e regional por meio da organização de atividades e do desenvolvimento sustentável projetos e programas comunitários. Recentemente a Associação está a tentar voltar-se para o tipo de atividades justas e sustentáveis, desenvolvendo atividades inovadoras, ações e apoiando novas ideias. Os novos objetivos estão relacionados com:

  • Auto empreendedorismo justo
  • Ambiente
  • Agricultura orgânica / biodinâmica
  • Cozinha e alimentação saudáveis
  • Turismo sustentável.

A Associazione N.E.T. pertence a 2 redes importantes, uma a nível europeu e a segunda a nível nacional:

  1. I care network – a mais ampla rede de associações e organizações de caridade na Itália. Membro desde 2015
  2. MAG (Organização Mútua de Autogestão) apoiando a nível nacional Associações, cooperativas e organizações pertencentes ao terceiro setor. Lidar sobretudo com Financiamento Justo, microcrédito. Membro desde 2001.

WISAMAR, Germany

A Wisamar é uma instituição educacional sem fins lucrativos credenciada, fundada em 2005. Com uma equipe motivada de 12 pessoas, trabalhamos em diferentes áreas de educação e formação, incluindo integração e aulas de idiomas, gestão de projetos e Mobilidade na UE.

Podemos olhar para trás em mais de 500 programas de mobilidade conduzidos com sucesso e mais de 50 projetos visando o desenvolvimento ou a transferência de inovações, e estamos felizes em compartilhar nossa experiência, por exemplo, como balcão de informações de mobilidade regional para a Agência Nacional Alemã.

Gerda Taro
1910 - 1937

Pioneer of war photography
Gerda Taro, nee Gerta Pohorylle, was born in Stuttgart and educated in Leipzig, Germany. As she is from a Jewish family, she flees from the Nazis to Paris in 1933. There she lives a bohemian lifestyle with her friend Ruth Cerf and eventually meets Endre Ernő Friedmann, better known today as Robert Capa. Together, they start documenting the Spanish Civil War in 1935, after Gerda had invented their alter egos in order to better sell Endre's and her own pictures. Inspired by their own political convictions, they only take pictures of the the fight of the republican troops against the rebellious franquist troops. Both of them try to be as close to the action as possible - a goal which eventually led to Gerda's death. Despite the fact that her pictures only cover 1 year of the war, her pictures are those that went around the world. Together with Robert Capa and with David Seymour, she developed modern war photography as we know it today during this short period of time. Since she officially was Capa's agent and he sold many of her pictures as his own, it took until the 2000s until people began to recognize her as an artist in her own right rather than only his partner: In 2007, the so-called Mexican Suitcase was found in Mexico City, a suitcase containing thousands of negatives believed lost by Capa, Taro and Seymour. Since then, many photographs originally attributed to Capa are known to have been taken by Gerda. However, during her short life, Taro was well known and when she was killed in 1937 by a tank, - she was only 26 - thousands of people attended her funeral in Paris. The funeral procession, led by Pablo Neruda and Louis Aragon, became a demonstration against fascism.

Marie-Claire Chevalier
1955 - 2022

The one whose trial for illegal abortion changed the law against abortion in France
In 1971, Marie-Claire Chevalier was 16 years old when she became pregnant after being raped by a boy two years older than her in high school. The young woman asked her mother to help her have an abortion. The mother turned to an underground doctor, but her daughter suffered a hemorrhage that forced her to the hospital. Her rapist, arrested for stealing a car, decides to turn her in against his own freedom. She is directly accused, as are four other women, including her mother, because in 1971 the voluntary termination of a pregnancy was illegal in France and punishable by six months to two years in prison. She was then convicted at the Bobigny trial and all were defended by lawyer Gisèle Halimi. Gisèle Halimi made of this trial and of Marie-Claire Chevalier a political symbol for the right to abortion. The case will forever mark French history and symbolize real progress for women's rights. Extremely mediatized, the trial closely followed by many personalities ends on a brilliant victory. Three years later this judgement, things started to move. This event contributed to the adoption of the Veil law and the legalization of abortion in France in 1975.

Having suffered greatly from this trial, she attempted suicide. Then, she chose to return to anonymity by changing her name. At her death, she received tributes from the President of the Republic, Emmanuel Macron and feminist associations.

Maria Lejárraga
1874 – 1974

She was writing and her husband harvesting the glory, fame and money!
Writer, feminist, deputy, polyglot and socialist who opposed to the death penalty and legal prostitution. She advocated for education, work and equal rights for women in Spain. A very open-minded and visionary woman who had to pay a high price imposed by her gender.

María Lejárraga comes from the region of La Rioja from an economically stable middle class family. She was able to receive good education and became a teacher. During her teaching career she discovered her passion for writing. She was very talented and ready to share her ideas and stories with the world. But, that´s where she bumped into a big obstacle. At the beginning of the XX century being a female writer was seen as immoral work, especially for an educator. If she had risked meeting her goals, she could have lost her teaching job. She found a solution to this problem in her marriage by publishing her works under her husband's name. So, she was writing and waiting at home and he was the one receiving praise and applause at the premiers of the plays. Before dying, her husband confirmed the rumours circulating in theatre circles that she was the true author of his works.
continue reading

Maria Lejárraga
1874 – 1974

She was writing and her husband harvesting the glory, fame and money!
Writer, feminist, deputy, polyglot and socialist who opposed to the death penalty and legal prostitution. She advocated for education, work and equal rights for women in Spain. A very open-minded and visionary woman who had to pay a high price imposed by her gender.

María Lejárraga comes from the region of La Rioja from an economically stable middle class family. She was able to receive good education and became a teacher. During her teaching career she discovered her passion for writing. She was very talented and ready to share her ideas and stories with the world. But, that´s where she bumped into a big obstacle. At the beginning of the XX century being a female writer was seen as immoral work, especially for an educator. If she had risked meeting her goals, she could have lost her teaching job. She found a solution to this problem in her marriage by publishing her works under her husband's name. So, she was writing and waiting at home and he was the one receiving praise and applause at the premiers of the plays. Before dying, her husband confirmed the rumours circulating in theatre circles that she was the true author of his works.
continue reading

Maria Lejárraga
1874 – 1974

She was writing and her husband harvesting the glory, fame and money!
Writer, feminist, deputy, polyglot and socialist who opposed to the death penalty and legal prostitution. She advocated for education, work and equal rights for women in Spain. A very open-minded and visionary woman who had to pay a high price imposed by her gender.

María Lejárraga comes from the region of La Rioja from an economically stable middle class family. She was able to receive good education and became a teacher. During her teaching career she discovered her passion for writing. She was very...
continue reading